FOTO: MAIS UM ONLIE
Na semana passada, a reunião da Câmara Municipal de Patrocínio foi realizada de forma presencial. Já a sessão ordinária desta terça, 1° de dezembro teve que ser novamente de forma online por conta de que um servidor havia testado positivo para COVID-19 e com isso foi necessário  que fizesse a sanitizacão do prédio.
A pauta da reunião era bastante enxuta e no Pequeno Expediente, foi pedido que fosse retirado de pauta um Processo de Lei de autoria do Poder Executivo onde seria debatido o Sistema Tributário do Município e normas gerais do direito tributário aplicáveis no município de Patrocínio.
O vereador Thiago Malagoli, à Capital 107,3 e Dianews.com.br explicou que na segunda foi realizada uma reunião entre o jurídico da Câmara e do município, além de vereadores onde foram feitas ponderacões e questionamentos sobre a solicitação feita pelas ACIP,  CDL e Sindicato do Comércio de Patrocínio para que houvesse alterações no Artigo 258A, onde o proprietário de imóveis mesmo alugando o mesmo ficará responsável pela conta de água e IPTU.
“E as ACIP E CDL e o Sindcomércio pedem uma alteração nesse artigo 258A para ficar a responsabilidade do inquilino para poder não ter problema de transacionar caso esse inquilino atrase essas contas e não ter problemas com o município, com alvará, participar de licitações, enfim” explicou Malagoli.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here